De Viana vem este CORAÇÃO…

Image v1
dezembro
11
I’M in love with

Por Ema Gil Pires

Não, não me refiro ao coração da Cristina Amaro, que esse é puramente lisboeta. Na verdade, venho aqui falar de um pequeno objeto, em forma de coração, que hoje em dia é usado um pouco por todo o mundo e que a nossa Cristina tão orgulhosamente levou ao peito no dia da apresentação deste seu novo projeto.

E tal não se deveu ao acaso. Quem conhece a Cristina sabe a paixão que ela nutre por um símbolo tão simples e tão cheio de significado. O coração exemplifica da melhor forma a visão que tem do mundo. E foi através da filigrana, uma tradição altamente portuguesa, que este se materializou naquele fim de tarde no Tivoli Avenida da Liberdade.

O Coração de Viana é uma das principais peças de arte feitas em ouro que as mulheres do Minho (e não apenas as vianenses) ostentam ao peito e cuja origem se pensa derivar de tradições religiosas: calcula-se que o coração flamejante que é representado no imaginário do Sagrado Coração de Jesus, símbolo do amor universal, seja a inspiração que está por detrás deste ícone da cultura minhota.

Já abordámos a forma. Passemos agora à matéria: o ouro. O vestir o ouro é um costume arcaico da população do Minho, que se julga ter surgido em tempos pré-cristãos, mais concretamente nos cultos celtas. A junção desta tradição à veneração daquele que é o símbolo do amor universal resultou no que é considerado um verdadeiro ex libris da ourivesaria portuguesa.

Mas o Coração de Viana não se materializa apenas através do ouro. Em certas regiões do Norte do País, existe a tradição de aplicar a técnica da filigrana à prata, dando origem a peças igualmente bonitas e trabalhosas, mas que são vendidas a um preço bastante mais baixo.

Recentemente, tive conhecimento da história do senhor António Cardoso e da sua mulher, que vivem em Gondomar. Já perto dos seus 60 anos, António trabalha em filigrana desde os seis, tendo seguido o legado da sua família e tendo construído um atelier no qual se preocupa em conceber o contorno das peças, enquanto a sua companheira de vida faz todo o trabalho de enchimento. Sempre com recurso à prata.

E é todo este trabalho artesanal que torna as peças únicas: são muitas horas de trabalho envolvidas e é impossível conceber duas peças iguais. O Coração de Viana é uma referência que tem ganhado cada vez mais reconhecimento a nível internacional e que se tem tornado um acessório cada vez mais fashion. Já em 2014, a atriz Sharon Stone decidiu passear pelas ruas de Beverly Hills com um resplandecente Coração de Viana ao peito… e que era da autoria de António Cardoso! Já nós continuaremos por cá, sempre apaixonadas e a escrever com o coração.

Sentir a vida