LUGARES que recomendo

Image v1
outubro
19
I’M in love with

Por Cristina Amaro

La Sultana. Um dos lugares que me recomendaram nesta viagem. O Imagens de Marca já lá tinha estado, quando produzimos a série Travel Brands, e desta vez voltei para uma visita rápida, com o meu marido, antes de regressar a Lisboa. Fomos almoçar e aproveitámos para dar uma volta pelo Riade. O erro que cometemos? Marcas como esta não se conhecem a correr...


Saloua Dahbi acompanhou-nos. A coordenadora de relações com a imprensa do La Sultana Group, explicou-nos o que diferencia esta marca e porque este é um lugar perfeito para marcar uns dias a dois ou a uns quantos mais, se a opção for uma viagem com amigos. Sem dúvida uma hipótese a considerar.
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image

Quem não gosta de ter um Riade só para si? Quem não gosta de estar a poucos minutos a pé da Praça mais palpitante da cidade? Quem não gosta de apreciar os sons do exterior e ver o pôr do sol numa varanda com vista para o centro? E já agora, quem não gosta de se sentir num ambiente exclusivo...e lindo, by the way...?! Pois é isto tudo que se pode encontrar. O La Sultana é considerado o mais pequeno 5 estrelas de Marraquexe. E é mesmo especial...

Tem na sua essência tudo o que há de mágico naquele destino. E tem na sua composição o conceito de vários riad´s dentro de um único Riad. Concilia luxo e tradição o que o torna, na verdade, um verdadeiro e justo membro da rede Small Luxury Hotels of the world.

Um hotel com assinatura que quase me fez chorar por estar de partida e não ter tempo de o experimentar. De adormecer e acordar ali. De passar um tempo, sem tempo, naquele lugar. O SPA tem um ambiente tão convidativo que por momentos senti estar a fazer uma maldade a mim mesma não o experimentar!!

Mas Marraquexe é assim mesmo. Deixa-se sempre alguma coisa por fazer para poder voltar. Na verdade fiquei dividida... ou então tenho de duplicar os dias para poder ir conhecer o “irmão” a Oualidia. Com praia privada e assinatura de requinte, quem resiste?

Prometemos um ao outro que vamos voltar. Afinal os 3 dias souberam mesmo a pouco...

P.S. o que nos levou lá foi o convite para almoçar, lembram-se? E sim, estava delicioso! Come-se bem em Marraquexe mas o restaurante do La Sultana, confirmo, que é dos melhores.


Palácio Jad Mahal. Foi a advisor do Imagens de Marca, Rita Romão, que me enviou uma mensagem quando viu que estava em Marraquexe. Cidade que ela adora e onde já foi dezenas de vezes...acho que posso dizer que a conhece quase como a palma das suas mãos!

Veio mesmo a calhar. Liguei e pedi uma mesa para jantar. Ainda havia disponibilidade. Nesse dia apetecia-nos um momento especial. Um lugar que aliasse bom ambiente, tradição e boa comida. E foi isso que encontrámos.


Partilho um momento de danças tradicionais, como um dos muitos momentos de espetáculo da noite. Só para abrir o apetite...

Hammam. O banho com imagem de marca

Image
Image

É um clássico imperdível para quem gosta de experienciar a cultura do local que visita. Quando viajei a primeira vez a Marraquexe fui com agenda apertada em gravações, por isso sem tempo para entregar o corpo ao famoso Hammam.

Conheço quem tenha boas experiências para contar. E conheço quem tenha menos boas...pelos vistos depende do local e das mãos que nos tocam ou, literalmente, nos esfregam!

Hammam é o nome do banho que nos “mergulha” numa sala de vapores, literalmente em trajes menores e entregues a umas mãos que começam por esfoliar, depois hidratar até ficarmos com pele de bebé... uma massagem? Não! Um banho com massagem, esfoliação, lavagem e hidratação. Da cabeça aos pés. Foi assim que o interpretei. Bom para um final de dia e acho que sempre melhor num SPA do que nos banhos públicos. Relaxamento e desintoxicação aliam-se a inúmeros benefícios onde se destaca o alívio da retenção de líquidos e melhoria do sistema imunitário.


A experiência vale a pena. Eu, literalmente, levei com umas boas taças de água fria e quente, alternadas, rodando o corpo para chegar a todos os poros com intensidade propositada. Fui esfregada como se não tomasse banho há um mês mas saí de lá como nova!

Confesso que nunca me senti tão invadida e limpinha ao mesmo tempo! Como dizem os brasileiros, eu hein?! Nossa.... Vim revigorada e de corpo e alma limpos.


Image
Image


L´Adresse é um excelente ponto de encontro para uma pausa a meio do dia. Almocei aqui e aproveitei para por em ordem muitas ideias, arrumar muitas histórias que já guardava no meu primeiro bloco de notas deste blog.


No coração da praça mais palpitante da cidade, a Praça Jemaa El-Fna, vale a pena comer a típica Tajine (neste prato de barro envernizado cozinham-se diversas hipóteses e se gostar de borrego ou frango fica muito bem servido) ou um hambúrguer, se for menos de comidas intensas. Eu adoro os sabores da comida marroquina e sou fã das Tajines.


Aconselho um fim de tarde para ver a Praça a mudar de cores com o cair da noite. Imperdível.


Apaixona-me viajar.


Veja também:

Onde o meu CORAÇÃO se encontrou

Voltei a apaixonar-me pelo AZUL Majorelle

Toda uma vida numa só PRAÇA

SONS e lugares

Sentir a vida